Depois de ter lançado seu ultimo disco, Kandongueiro Voador, com varias participações de jovens artistas, Paulo Flores lança o clipe Boca do Lobo, uma das musicas do novo álbum.

Pra esperar a postagem no blog da nossa entrevista exclusiva com a estrela angolana para o programa Conexão Africa na Radio Viva Rio, aqui vai o clipe:

IMG-20171129-WA0008

Segunda parte do nosso programa Conexão Africa especial Mês da Consciência Negra com os padrinhos do projeto, Vanda Ferreira e Ailton Benedito de Souza

Apresentação: Stéphanie Malherbe

Produção: Stéphanie Malherbe e Bira Tomé

IMG-20171129-WA0010

Nosso programa Conexão Africa especial Mês da Consciência Negra na http://www.radiovivario.com recebeu dois militantes históricos do Movimento Negro, Vanda Ferreira e Ailton Benedito de Souza, que são também, com muito orgulho pra nos, os dois padrinhos  do projeto Conexão África. O programa durou 2 horas, por isso postaremos em duas partes.

 

 

20171122_162752.jpg

credito foto: Bira Tomé (radio Viva Rio)

Nesse programa Conexão Africa gravado ao vivo na http://www.radiovivario.com, recebemos o Coronel Ubiratan Angelo, Coordenador do Viva Rio, Membro da Comissão de Combate a Intolerância Religiosa e Coordenador dos Direitos Humanos da Grande Loja Maçônica do Estado do Rio de Janeiro para conversar sobre Liberdade Religiosa e combate a Intolerância Religiosa:

Apresentação: Stéphanie Malherbe

Produção: Stéphanie Malherbe (Conexão Africa) e Bira Tomé (Radio Viva Rio)

 

 

 

Hawa Boussim

Aos 46 anos, Hawa Boussim explode nos palcos mundiais sem abandonar sua vida de mãe de família numa pequena aldeia do Burkina Faso, Kipoura, no departamento de Zabré, a 200 km da capital Ouagadougou.

Mãe de 6 filhos e terceira esposa de uma família de 4 esposas, Hawa explode no palco mundial aos 46 anos depois de ter cantado desde seus 14 anos nas festas de família da sua aldeia (batizados, casamentos,enterros).

Com seu segundo álbum, Mingoureza, o talento da mãe de família encanta o mundo. E especialmente o clipe Koregore que deu impulsionou sua carreira internacional. O clipe que viralizou no YouTube, mistura de danças tradicionais com cenas de clube, realizado por Jypheal Tayorault (Costa do Marfim), evoca na verdade um problema de sociedade bem distante das discotecas : o desperdício alimentar….

A camponesa que não foi pra escola e  autoproduziu seu primeiro álbum Môbidoré em 2011 graças a ajuda de um parente, diretor de uma radio de Zabré, paga hoje a escola de seus filhos e suas filhas com o dinheiro dos seus cachês.

Quando ela não esta nos grandes palcos do Burkina, da Costa de Marfim, dos Estados-Unidos ou da Europa, ela volta a sua vida de mãe de família e continua animando as cerimonias da aldeia. Ela ainda ressalta a importância da família poligâmica com quem ela pode contar para cuidar das crianças quando ela esta fora.

Misturando cantos tradicionais na sua linguá, o bissa, com musicas de clube, mas também composições jazzy e latinos, Hawa Boussim encanta com sua virtuosidade vocal.

Valerie EKOUME

Corista de Manu Dibango e Koffi Olomidé, a cantora franco-camaronesa esta lançando seu segundo álbum solo hoje, Kwin Na Kingué.

Depois de um primeiro álbum solo DJAALE, lançado em 2015, Valérie EKOUME lança seu segundo CD solo, KWIN NA KINGUE, sempre em colaboração com o compositor, baterista, percussionista Guy NWOGANG. Um segundo álbum mais enraizado nos ritmos tradicionais do Camarões como o Bikutsi ou o Essèwè.

Alem de ter colaborado durante 8 anos com o lendário Manu Dibango no Soul Makossa Gang e no Maraboutik Big Bang, a cantora já cantou com vários artistas como Youssou Ndour,Papa Wemba, Rokia Traoré, Kaissa Doumbe, Etienne Mbappe, Kofi Olomide, Coco Mbassi, Lulendo…

Apesar de ter passado a maior parte da sua vida na França, ela afeiçoa especialmente cantar na sua língua natal, o duala, onde ela encontra uma emoção, uma verdade que  parecem com ela.

Seu novo álbum, de estilo afropop, é um convite a viajar.

Os dois álbuns solo da Valérie EKOUME estão disponíveis no itunes https://itunes.apple.com/fr/album/kwin-na-kingu%C3%A8/id1295118548

Fela in the future

Com sensibilidade e profundo respeito pela natureza da musica de Fela Kuti, o rapper franco-marroquino Leeroy revisita o mestre do afrobeat com o album Fela in the future, um disco repleto de convidados de peso, como os próprios filhos do rei, Femi e Seun Kuti.

Leeroy conseguiu preservar a essência da dúzia de musicas escolhidas enquanto aproximava da sua cultura urbana.

O disco conta com pletora de convidados de peso. Alem de Seun e Femi Kuti, o rapper convidou a cantora nigeriana Nkena, a cantora Noraa (Alemanha/Chade), o sul-africano Nakhane ou ainda o franco nigeriano Féfé.