Victor Démé

Publicado: 19 de setembro de 2011 por suelen06 em Burkina Faso

Nascido em 1962, o artista mandinga herdou muito jovem do amor da musica por sua mãe, uma griotte muito solicitada nas grandes festas de casamento e batizados de Bobo-Dioulasso. Mas é no pequeno ateliê do seu pai costureiro, em Abidjan, na Costa do Marfim,  que ele se exila na adolescência. De dia, ele trabalha na loja paterna, e de noite toca nos clubes da cidade, aonde começa a se construir uma reputação, especialmente no orquestra  Super Mandé. Ele volta no Burkina em 1988, aonde ganha vários prêmios e participa de diversos grupos, como o grupo Echo de l´Africa e, principalmente, o Suprême Comenba, que ritma as noites de Ouagadougou.

Mas, enquanto Victor Démé se tornou um cantor popular, o destino o afasta da musica durante vários anos. Quando tenta voltar depois desse longo silencio, a situação é muito difícil. Ele grava finalmente seu primeiro álbum, com 46 anos, em 2008, graças a ajuda de 4 franceses, dos quais o gerente do Ouagajungle, Camille Louvel e o jornalista David Coumeillas, e os ativistas do Soundicate, que fundam o label Chapa blues para poder apoiar sua musica.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s