Paulo Flores, entre quizomba e semba

Publicado: 28 de fevereiro de 2012 por stephanie100africa em Angola


Mega estrela em Angola, Paulo Flores multiplica os sucessos desde 1988, data de lançamento do seu primeiro disco, com 16 anos de idade. Apesar de ter lançado esse disco no Portugal, aonde passou sua infância, ele encontrou desde o inicio um enorme sucesso em Angola, por causa das temáticas das suas musicas, temáticas inspiradas do dia-dia dos angolanos, e de um estilo que ele inventou, o quizomba, mistura de zouk e de ritmos angolanos.
Enquanto suas primeiras gravações eram dominadas pelo ritmo das baterias e dos sintetizadores, o trabalho do Paulo Flores comporta hoje em dia mais instrumentos acústicos, como o violão ou percussões tradicionais angolanas.
Com um potencial vocal que atinge a alma, Paulo Flores se demarca também pelo talento dos seus textos, que ele sempre coloca ao serviço de temáticas como o dia dia, a guerra, as crianças soldadas, a corrupção…
Longe das etiquetes, Paulo Flores se demarcou do quizomba dos seus inicios para reinventar o semba, estilo tradicional angolano que ele modernizou. Mas não tentam prender Paulo a um estilo só! Sempre a procura de novas sensações musicais, sempre pesquisando, Paulo Flores é um incansável inovador, como comprova seu ultimo lançamento , Ex-Combatentes (2009), que comporta três discos: Sembas, Viagem, e Ilhas.
Vivendo entre Angola, aonde ele grava todos seus discos, e Portugal, Paulo Flores tem também um grande potencial internacional.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s