Primeiro álbum solo: Djeli Moussa Condé, o griot urbano de Menilmontant

Publicado: 19 de junho de 2012 por stephanie100africa em Guiné
Tags:, , , ,

Depois de ter colaborado com artistas de primeiro plano internacional como Manu Dibongo, Salif Keïta, Mory Kante, Richard Bona Cesaria Evora, Alpha Blondy…, Djeli Moussa Condé lançou, em março de 2012, seu primeiro álbum solo, Djeli.

Nascido em 1963 na Guine Conakry numa família de djlélis (gritos), Djeli Moussa Condé aprende desde cedo a cantar e a tocar kora.
De 1989 a 1993, Djeli trabalha com o conjunto Koteba, de Abijan, com qual ele participa de turnês internacionais. E durante uma dessas turnês que ele resolve ficar na França, em Paris. Sem papeis, ele se torna clandestino em Paris, apesar de colaborar com grandes nomes da musica como Cheick Tidiane Seck, Alpha Blondy, Cesaria….
E o encontro com o percussionista francês Vincent Lassalle (que morou 2 anos no Mali e tem como segunda língua o bambara) que provocou esse álbum solo, um álbum que mistura sonoridades africanas com ritmos de jazz, pop, afrosalsa ou de funk…
Cantando em malinké, soussou ou em frances, Djeli Moussa Condé fala tanto da escravidão, do dia dia, da traição, da hipocrisia, do seu avó…
Gravado no bairro multicultural de Menilmontant (Paris), Djeli é um tesouro musical aonde se cruzam varias culturas…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s