Mais uma estrela no céu: Tabu Ley Rochereau se foi

Publicado: 1 de dezembro de 2013 por stephanie100africa em Congo kinshasa
Tags:, , , ,

Tabu ley

O “Baobab da Rumba congolesa”, tambem chamado de “Senhor da rumba” faleceu em Bruxelas no dia 30 de novembro depois de um AVC. Com uma carreira excepcional e mais de 3000 musicas gravadas, a morte desse grande artista que revolucionou a rumba com a introdução da bateria, emocionou Kinshasa, do homem da rua às estrelas internacionais.
Nascido em 1940 em Banningville (atual Bandundu), Pascal-Emmanuel Sinamoyi Tabu começa a cantar na igreja, antes de se tornar funcionário público. Compositor, sua carreira vai começar em 1956 com o encontro com Grand Kallé, Joseph Kabasélé, e do seu African Jazz, que ele integra. Ele passa a ser chamado de Rochereau e, alguns anos depois, sai do African Jazz para criar seu próprio grupo, o African Fiesta.
Artista engajado, Tabu Ley Rochereau se exila na Europa durante o regime de Mobutu, antes de voltar e de desenvolver uma carreira politica que o levou a assumir o cargo de vice-governador de Kinshasa e ministro provincial da cultura, em paralalelo a sua carreira artística. Considerado por muitos músicos como um pai artístico, o Rei da Rumba deixa uma descendencia numerosa (seriam cerca de 68 filhos) e uma herança artistica inestimável.





E falando dos filhos do rei da Rumba, um deles, o rapper Youssoupha gravou em 2012 o titulo “Les disques de mon père” (os discos do meu pai) com o pai:

comentários
  1. wilson vawa disse:

    paz a sua alma.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s