Koko Dembélé: reggae made in Mali

Publicado: 26 de julho de 2018 por stephanie100africa em # África, Mali
Tags:, , ,

 

Pilar do reggae malinense ha 25 anos, Koko Dembélé lançou em 2017 Tiéba, seu quinto álbum, com a ajuda da Fundação Passerelle, montada em Bamako pela cantora Rokia Traoré. Com esse novo álbum, Koko alcança uma dimensão internacional bem merecida.

Nascido em 1954 numa familia de griôs, Koko Dembélé é originário de Mopti, no Mali. Criança bobo, ele foi  banhado nas culturas Peul, Dogon e Bozo. Com apenas 7 anos, ele se inicia a percussão e viaja a descoberta das diversas tradições orais do seu país. Em 1976, o jovem Koko Dembélé integra o prestigioso orquestra Dogon “Kanaga de Mopti” do grande Sorry Bamba, o mestre de musica de Amadou Hampaté Bâ. O que incita Koko a dizer que ele é aluno do celebro defensor da tradição oral africana e autor de Amkoullel.

Koko deixa o Kanaga em 1986 e se instala em Abidjan, a cidade onde tem que estar na década de 80. Là, ele conhece o arranjador Boncana Maïga. Dessa colaboração saíra o álbum Baguiné(1992), com a faixa Amagni, que terá imenso sucesso no continente africano e no Brasil, onde ganhará uma versão gravada por Olodum.

Ele gravará mais dois álbuns, em 1998 e 2003, e um em 2005, em Bamako (Mali), com o apoio de Tiken Jah Fakoly, que empresta estúdio e músicos durante uma noite.

Cantando em bambara, dogon, bozo, songhaï ou mais raramente em francês, Koko defende a dignidade e a honestidade, e inspira as jovens gerações, pelo seu talento e pelas suas reflexões.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s