Arquivo da categoria ‘Africa do Sul’

21 março
Esse programa, gravado no dia 20 de março na radio Kaxinawa, é dedicado ao Dia Internacional contra a discriminação racial, decretado pela ONU em lembrança do massacre de Shaperville acontecido no township de Shaperville (África do Sul) no dia 21 de março de 1960, quando a policia abriu o fogo sobre manifestantes negros pacíficos que denunciavam o sistema dos passes que impedia a livre-circulação da população negra durante o regime de apartheid na África do Sul. 69 pessoas morreram e muitas foram feridas.
Esse programa é também o primeiro com a participação do Rafaël, estudante em geografia na UERJ de Duque de Caxias e novo bolsista que trabalhará o ano todo comigo no Conexão África. Bem vindo Rafaël.
21 mars


Vamos com esse programa para a África do Sul, com uma seleção musical misturando os clássicos como Miriam Makeba, Hugues Massekela ou Lucky Dube e artistas mais jovens como Lira, Zulu Boy ou Bongeziwe Mabanda.
Escolhemos de falar desse país porque dia 16 de agosto a policia abriu o fogo sobre trabalhadores em greve de uma mina de platina, 34 morreram, foi um choque enorme na África do Sul e no mundo, com imagens filmando o massacre passando em todas as televisões e lembrando tristes eventos da época da apartheid. Mais recentemente, um juiz condenou uns grevistas para esse assassinou, se baseando sobre uma lei datando da época da apartheid. A decisão de justiça chocou a nação inteira e foi cancelada.
Dedicamos esse programa a esses trabalhadores pobres da nação arco-íris.
Africa do sul 050912


Linda, radiante, talentosa, romântica, a jovem cantora sul-africana, uma das mais premiadas da África do Sul, procura ser feliz através da musica e transmitir mensagens positivas.
Nascida em 1979 em Daveyton, a 30 km de Johannesburg, a cantora de soul-jazz e de afro-pop é um dos nomes mais importantes da nova geração musical sul-africana.
Achei esse clip na sua versão longa no site do meu colega de Kinshasa Narsix: http://www.baziks.net/baziks.html

Mandela Day

Publicado: 18 de julho de 2012 por Stephanie Malherbe em # África, Africa do Sul
Tags:, , , ,


Hoje, dia 18 de julho, aniversario do Nelson Mandela, é um dia de festa na África do Sul, comemorado no mundo inteiro como o Mandela Day, uma data reconhecida pela ONU como um dia aonde cada um de nos deve consagrar 67 minutos uma ação para ajudar os outros, em referencia aos 67 anos de combate politico do Nelson Mandela e aos valores que ele defendeu durante sua vida.
Para comemorar o dia desse grande herói da luta contra a apartheid, enorme mito mundial, Conexão África escolheu a musica que a cantora sul-africana Brenda Fassie, a diva dos townships, dedicou à Madiba: Black President.

Descobrem aqui a tradução das letras dessa musica:
O ano de 1963 O presidente do povo
Foi levado por homens da segurança
Todos vestidos de uniforme
A brutalidade, a brutalidade
Oh, não, meu presidente negro
Ele e seus companheiros
Foram condenados ao isolamento
Por muitos anos dolorosos
Por muitos anos dolorosos
Muitos anos dolorosos
De trabalho duro
Eles romperam cordas
Mas o espírito nunca foi quebrado
Nunca quebrado
Oh, não, meu, meu presidente negro
Vamos nos alegrar para o nosso presidente
Vamos cantar para o nosso presidente
Vamos orar para o nosso presidente
Vamos cantar, vamos dançar
Para Madiba por nos dar a liberdade
Agora em 1990
O presidente do povo
Saiu da prisão
Levantou a mão e disse:
Viva, viva, minha gente
Ele andou pela longa estrada
De volta, de volta à liberdade
De volta, de volta à liberdade
Liberdade para o meu presidente negro
Vamos nos alegrar para o nosso presidente
Vamos cantar para o nosso presidente
Vamos orar para o nosso presidente
Vamos cantar, vamos dançar
Para Madiba por nos dar a liberdade

Bongeziwe Mabandla

Publicado: 21 de novembro de 2011 por Stephanie Malherbe em Africa do Sul

Nascido em Tsolo, pequena cidade de uma região rural da África do Sul, Bongeziwe se interesse cedo a musica. Aprende a tocar violão com 17 anos e estuda o teatro na escola de cinema AFDA de Johanesburgo. Estudante, ele se dedica cada vez mais a musica, escrevendo canções e começando a fazer shows. Influenciado por Tracy Chapman ou Laurynn Hill, mas tambem pela Sul-Africana Simphiwe Dana ou pelo musico zimbabués Oiliver Mtukudzi, Bongeziwe faz hoje parte da nova geração de artistas da África do Sul, que vieram seu pais se transformando com o fim do apartheid.
Desenvolvendo um estilo próprio, mistura de musica tradicional xhosa com estilos como soul ou hip hop. Bongeziwe canta com seu grupo um afro-folk interpretado em inglês e xhosa. Se no inicio o jovem não se interessava a suas raízes, a cultura xhosa, ele pouco a pouco realizou que ela fazia parte da sua identidade. Desde 2006, Bongeziwe se apresenta em vários palcos da África do Sul, Durban, East London, Pretoria ou Johanesburgo. Seu primeiro EP saie m 2008, seguido em 2009 pelo álbum do mesmo nome, Umlilo.

Vusi Mahlasela

Publicado: 19 de setembro de 2011 por suelen06 em Africa do Sul

Nascido em Pretoria em 1965, Vusi Mahlasela e um cantor e compositor sul-africano de “african folk”. Seu trabalho foi uma inspiração para muitos no movimento anti-apartheid, com temáticas como a luta pela liberdade, o perdão e a reconciliação com o inimigo.

Lucky Dube

Publicado: 19 de setembro de 2011 por suelen06 em Africa do Sul

Cantor engajado, Lucky Dube era uma figura emblemática do reggae su-africano. Nascido em 1964, ele morreu assassinado em 2007.

Estrela internacional do reggae, ele iniciou sua carreira cantando musica tradicional zoulou, o mbaqanga.  Começou a se interessar pelo reggae em 1985 para delivrar um recado contra anti apartheid. Seu primeiro álbum, “Rasta never die”, foi inclusivo censurado na radio sul-africana.

Gravou 21 albums na sua rica carreira, entre outros o famoso “Prisoner” em 1989.

Ladysmith Black Mambazo

Publicado: 19 de setembro de 2011 por suelen06 em Africa do Sul

Ladysmith Black Mambazo é um grupo vocal masculino sul-africano fundado em 1960 por  Joseph Shabalala. Famoso por suas performances a capella, ele é representativo dos estilos mbube e isicathamiya. Foi reconhecido mundialmente graças a sua participação no álbum do Paul Simon, Graceland.

Joseph Shabalala criou um primeiro grupo em 1960 sob o nome Ezimnyama Ngenkani (os negros), recrutando seus irmãos e primos, mas a notoriedade não ultrapassava a cidade de Ladysmith de aonde eles vinham.

Em 1964, depois de ter feito sonhos com musica tradicional zoulou, a isicathamiya, Shabalala criou um novo nome, acrescentando o nome da cidade deles, ladysmith, com a palavra “black”, negro, para simbolizar o boi negro, considerado o mais poderoso dos animais  da fazenda, e “Mambazo”, que significa machado, para simbolizar a capacidade do grupo de derrubar todos seus adversários nas competições. O nível deles era tão alto que a partir de 1973 foram proibidos de participar de competições…

O primeiro disco, gravado em 1973, foi disco de ouro, o primeiro da historia para músicos negros africanos.

Brenda Fassie

Publicado: 19 de setembro de 2011 por suelen06 em Africa do Sul

Nascida no township de Langa, na cidade do Cabo, em 1964, Brenda Fassie  perdeu seu pai com apenas 2 anos de idade e começou muito cedo a cantar. Com 16 anos, ela se instala em Soweto, Johanesburgo. Mais que uma pop star, a cantora que é também chamada de “Madonna dos townships” ou “Diva do pop” era a ícone sul-africana absoluta, segundo o jornal inglês Mail and Guardian.

Voz dos townships, palavra que designa as favelas na Africa do Sul, Brenda Fassie colecionou, durante toda a sua vida, os prêmios e os escândalos. Como ela mesma dizia: “Eu sou alguém que choca. Eu gosto de criar controversas. E minha marca de fabrica.”

Antes de morrer aos 39 anos, Brenda Fassie foi visitada, no hospital aonde era internada, por personalidades como o ex-presidente Nelson Mandela,  Winnie Mandela,  Thabo Mbeki (que era o presidente da Africa do Sul nessa época), e muitas outras personalidades.

Seu maior sucesso, Vulindlela, foi adotado pelo ANC como tema musical da campanha eleitoral de 1999.

Johnny Clegg

Publicado: 15 de agosto de 2011 por suelen06 em Africa do Sul

Jonathan “Johnny” Clegg (nascido em 07 de junho de 1953) é um músico da África do Sul , que gravou e tocou com suas bandas Juluka e Savuka . Às vezes chamado Le Blanc Zoulou (“The White Zulu “), ele é uma figura importante na história da música sul-Africano popular, com canções que misturam Zulu com letras Inglês e Africano com vários estilos de música da Europa Ocidental (como o Celtic ) .