Arquivo da categoria ‘Congo kinshasa’

20170709_165639.jpg

Um programa dedicado a uma lenda da musica angolana, Mario Matadidi:

Combat du siècle

Um programa com alguns trechos do festival Zaïre 74, realizado na ocasião do encontro do século, que consagrou Muhammad Ali em Kinshasa:

JazzKif em Kinshasa, nova edição

Publicado: 4 de abril de 2017 por stephanie100africa em # África, Congo kinshasa
Tags:, ,

JazzKIF17.png

O festival JazzKif esta de volta em Kinshasa (RDC) nos dias 16, 17 e 18 de junho na Halle de la Gombe…

Mais informações na pagina facebook do festival:

https://www.facebook.com/Jazzkif/

60 graus

Um bate-papo com meu grande parceiro Zola Star, que vem nos apresentar seu primeiro disco, 60 Graus:

Zola e Steph 60 graus

60 graus

Um bate-papo com meu grande parceiro Zola Star, que vem nos apresentar seu primeiro disco, 60 Graus:

Zola e Steph 60 graus

zola

Dia 8 de fevereiro, não percam o lançamento do primeiro álbum, 60 GRAUS do artista angolano-congolês residente no Brasil Sergio Zola Star.

O lançamento acontecera as 20h00 no Espaço Cultural Municipal Sérgio porto,  Rua Humaitá 163, 22261001 Rio de Janeiro.

E para esperar até lá, vamos assistir o clipe Aliança, uma das musicas do novo CD:

 

Sergio Zola Star nasceu em 1969 em Kinshasa, capital da atual Republica Democrática do Congo (ex-Zaïre), de um pai angolano e uma mãe congolesa. Foi lá que ele começou, jovem ainda, a se interessar pela música; com 15 anos, ele faz parte de uma banda, o grupo Leader Musica, onde ele toca bateria e canta nas noites da capital.
Com 18 anos, direção Angola, o país vizinho, Zola vai ao reencontro do seu pai e de alguns dos seus irmãos, em Mbanza Kongo, região de origem da sua família paterna. Rapidamente, o jovem começa a tocar na Banda Intercontinental do artista Cantador.
Fugindo da guerra que devastou a Angola durante décadas, Zola Star se instala em 1994 no Rio de Janeiro e integra o grupo Tropicaliente, que toca nas noites cariocas. Com a partida de alguns dos seus integrantes para a Europa, a banda se dissolve,. e Zola monta um novo grupo, Bana Angola com o já falecido Mornax, seu grande amigo, seu irmão.
No Rio de Janeiro Zola encontra também com Abel Duërë, seu parceiro, que ele acompanha desde 1999 como compositor, guitarrista, arranjador e vocalista.
Suas composições revisitam os ritmos congoleses, o Ndongolo, o Soukous, a Rumba, com algumas incursões no semba da sua segunda terra, Angola.
Cantando em lingala e em kikongo, Zola leva o publico numa verdadeira viagem pelas terras da sua juventude.

9 anos depois do lançamento do filme Jupiter´s dance e 3 anos depois do enorme sucesso do seu álbum Hôtel Univers, o artista congolês Jupiter e Okwess International estão de volta com o clipe Musonsu, antecipando o lançamento do seu novo mini-álbum de 6 títulos, Troposphère 13, gravado entre outros com Daman Albarn e Warren Ellis. FUNKY!