Posts com Tag ‘Feira das Yabas’

Adeus Manu Dibango!

Publicado: 24 de março de 2020 por Stephanie Malherbe em # África, Camarões
Tags:, ,

Résultat de recherche d'images pour "manu dibango stephanie malherbe"

Hoje o mundo perdeu um dos maiores artistas do continente africano, o camaronês Manu Dibango, que tivemos o privilegio de conhecer quando ele foi na feira das Yabas do grande amigo Marquinhos de Oswaldo Cruz em 2016.

Tivemos varios outros encontros, inclusivo uma entrevista exclusiva, na ponte Rio-Niteroi… Em homenagem a esse grande homem tão cheio de vida, resolvemos reproduzir a gravação dessa entrevista.

Vai em paz Manu! Você continuara vivo através da sua musica e continuara a nos fazer dançar com seu Swing contagioso!

Madureira

Como todos os segundos domingos do mês, Madureira recebe a já famosa F​eira das Yabás, organizada pelo talentoso Marquinhos de Oswaldo Cruz.

Ambiente incrível, musica de alto nível, publico maravilhoso, sem falar da gastronomia e da gentileza excepcional do anfitrião Marquinhos.

Muita gente linda, enfim uma festa encantadora. Mesmo!

E este domingo, além disso tudo, presenciei um sonho para mim: a lenda da musica africana Manu Dibango, que acabou de chegar no Rio de Janeiro ​como representante da francofonia para uma semana de comemorações, vem a Madureira prestigiar o evento do Marquinhos, e deu até uma canja. Acho que ele ficou mesmo emocionado, dizendo que se fechasse os olhos, ele ​se sentia na África. Acrescentou​ também que já esteve varias vezes no Brasil, mas em Madureira, foi a primeira vez que sentiu a diversidade. Ele arrasou!!! Como vocês vão ver no pequeno vídeo que fizemos com o celula. Muito feliz e emocionada por este encontro ter acontecido, muito feliz e emocionada por ter vivenciado est​e momento, e ter dele ​participado, traduzindo para o publico da Feira das Iabás as palavras também emocionadas de Manu Dibango.

Parabens a OIF (Organização Mundial da Francofonia) e ao Consulado da França no Rio de Janeiro​, por ter organizado essa ida do Manu Dibango a Madureira! Vale a pena repetir encontros e intercâmbios como este​!

Simplismente magico…