Posts com Tag ‘musica africana’

 

Image result for dj arafat

Com 33 anos, o rei do Coupe-Décalé, morreu no inicio dessa semana depois ter sofrido um acidente de moto.

Grande nome do famoso estilo musical da Costa do Marfim, o polemico DJ Arafat deixa toda uma juventude, especial a juventude doa bairros populares, órfã do seu maior ícone.

Essa cria de Yopougon, bairro popular de Abidjan, era uma maquina de sucessos.

Ele foi revelado em 20115 com a musica Hommage à Jonathan, dedicada a seu amigo Jonathan que tinha falecido num acidente de moto…

Em 2019, DJ Arafat lança seu ultimo grande sucesso, com o titulo de Moto Moto, em homenagem a sua paixão pelas motos… Premonitório?????

 

Image result for mayra andrade manga

5 anos depois de Lovely Difficult, Mayra Andrade esta de volta com seu quinto álbum, Manga e com nova sonoridade. Misturando afrobeat, musicas urbanas e musicas tradicionais do Cabo-Verde, Mayra nunca foi tão atual. Cantando em crioulo cabo-verdiano e em português, o álbum foi gravado entre Paris e Abidjan. Para essa renovação, Mayra contou com a colaboração de dois geniais beatmakers do palco musical urbano de Abidjan e Dakar, 2B e Akatché

Instalada em Lisboa desde 2016, a cabo-verdiana nasceu em Cuba por conta do seu pai militar, e morou em vários países, Senegal, Angola, Alemanha, em função das missões do seu padrasto que era embaixador. Esse cosmopolitismo impregna profundamente seu trabalho desde smpre, mas desta vez ela fez mais um passo, vestindo suas melodias cabo-verdianas com sonoridades afro-eletro e afrobeats.

Fofo Skarfo, o principe do rap togoles

Publicado: 7 de fevereiro de 2019 por stephanie100africa em # África, Togo
Tags:, , ,

O togolês Fofo Skarfo lançou no inicio desse ano seu primeiro álbum, 13 janvier. Originário de Lomé, o dinâmico Fofo Skarfo começou sua carreira em 2004 e é considerado um dos rappers mais talentosos da sua geração. Em dezembro, ele divulgou o clipe Petit Pays, uma musica emocionalmente forte e bem diferente do seu sucesso anterior, Agomayi, mais urbano. Um artista a seguir….

Image result for sir shina peters Ace

Em 1989, o nigeriano Sir Shina Peters e sua banda lançam o álbum Ace (Afro Juju Series 1), imenso sucesso na Nigeria. Publicado na CBS e produzido por Laolu Akins, o album é uma fusão original de Afrobeat, Juju e os ritmos Fuji. A musica Afro Juju se destaca em especial, e ficará dominantes nas pistas e nas festas e cerimonias até o final dos anos 90 na Nigeria. Vencedor de vários prêmios, de artista do ano e álbum do ano nos Nigerian Music Awards, Sir Shina Peters marcou a musica nigeriana com esse álbum cult!

3 anos antes, Sir Shina Peters tinha lançado o álbum Sewele, que ganhou no inicio desse ano uma reedição pela editora Strut, disponível em todas as plataformas…

 

Fokn Bois

Publicado: 4 de fevereiro de 2019 por stephanie100africa em # África, Ghana
Tags:, , , ,

A imagem pode conter: 2 pessoas, listras

A dupla ganense Fokn Bois, conhecida por seu humor inconvencional, suas letras chocantes e suas originalidade musical, esta de volta com sua mais nova musica, True Friends. A dupla, composta por M3NSA e Wanlov The Kubolor gostam tanto de perturbar  e de denunciar que sofrem censura e boicote, alem de ser regularmente ameaçados de morte….

E para quem quiser reassistir, em 2014 Conexão Africa entrevistou os Fokn Bois….

 

King Sunny Ade, o rei do juju

Publicado: 23 de janeiro de 2019 por stephanie100africa em # África, Nigéria
Tags:, , ,

Résultats de recherche d'images pour « King sunny Ade »

Descendente de uma linhagem real yoruba, King Sunny Adé, alias Sunday Adeniyi, nasceu em 1946 em Ondo, Nigéria.

Já conhecido na Nigéria, o musico se torna mundialmente conhecido como o rei do juju em 1982, com seu álbum Juju Music considerado  pelo New York Times como o álbum mais original do ano.

No ano seguinte, o rei reitera com o álbum Synchro System, que foi selecionado aos Grammy Awards.

 

Tenor: o fenômeno do rap camaronês

Publicado: 15 de janeiro de 2019 por stephanie100africa em # África, Camarões
Tags:, ,

Related image

Primeiro artista camaronês convidado pela Universal Music, Tenor tem apenas 20 anos e já sucesso nacional e internacional desde 2016 e seu single Do Le Dab.

Tenor (acrônimo de « toucher l’excellence dans la négritude ordinaire du rap ») nasceu em 1998 de um pai ewondo e mãe bulue. Com 12 anos, ele descobre o rap e começa a treinar, escutando grupos como Krotal ou Negrissim. Em 2014, ainda no liceu, ele lança seu primeiro álbum, Camerounais. O ano seguinte, ele lança o clip Alelouyah, financiado por sua mãe.

E em 2016, é a consegração com o sucesso Do le Dab.

Moderno, o jovem artista considera o rap como uma maneira de valorizar sua cultura betie, por isso ele usa sonoridades tradicionais nas suas musicas.

Com o sucesso, ele para de estudar para se dedicar a musica.

Em 2017, ele recebeu 3 premios nos Balafon Music Awards, organizados em Yaoundé pela Radio Balafon: revelação, melhor artista e clipe do ano.

Um sucesso que continuou em 2018, com turnê europeia, lançamento do EP Nnom Ngui e mega evento em Yaoundé. Um sucesso que deve continuar em 2019 com uma turnê internacional já prevista e o lançamento de um novo álbum, cujo 2 clipes já estão disponíveis, LVMH e Balance.

Além de artista, tenor é um jovem empreendedor. Se ele é produzido pela Universal Music, Tenor produz outros artistas através da sua própria produtora, e acabou de lançar uma marca de roupas de streetwear.